5 Ideias para motivar seus alunos definitivamente

Lista: 5 ideias para motivar seus alunos definitivamente. Após ler essas dicas você saberá como motivar seus alunos.

Está cada vez mais difícil manter os alunos motivados em sala de aula, mas está lista com 5 ideais podem resolver o problema nas suas turmas. Agora você poderá transformar sua sala de aula num ambiente mais participativo e interessante como sempre quis.


1. Seja compreendido e tenha certeza disso:
Pesquisas reveleram que alunos fazem mal ou não fazem suas atividades ou participações pelo simples fato de que eles não entendem o que devem fazer ou porque eles estão fazendo a atividade. Os professores precisam explicar mais vezes o motivo pelo qual ensinam o que ensinam e fazem o que fazem e o motivo pelo qual isso é interessante e vale a pena. Seu entusiasmo deve ser transmitido aos alunos, que estarão mais propensos a se interessar. Explique aos alunos o que vocês esperam dos trabalhos ou atividades que solicitarem.

É impossível ter sucesso no que não se sabe o que fazer.
Durante suas aulas os alunos vão falar "Quando é que vamos usar isso? Isso é bobagem". Para amenizar os professores podem responder: "Realmente nós nunca sabemos quando o conhecimento e as nossas habilidades serão úteis pode ser amanhã ou daqui a 2 anos" ou "Vocês vão usar no dia da prova então aprendam porque essa matéria também reprova", você pode explicar como é ruim repetir de ano, pois vai rever todo aquele material "inútil" novamente enquanto os outros colegas estão indo para Universidade.

(Uma pesquisa realizada num campus universitário nos EUA mostrou que um membro do corpo docente deu uma atribuição dos estudantes para um grupo de colegas para análise. Poucos deles entenderam o que o professor queria, ou seja, se professores experientes estão confusos, como vocês vão esperar que os alunos entendam?)

2. Você gosta de ser recompensado pelo que faz?
Se seus alunos não são motivados para aprender você pode ajudá-los com motivadores, sob a forma de recompensas. Caia na real os alunos não estão mais preocupados com o que os professores acham deles e muito menos o que dizem sobre eles e tão pouco querem ser que nem você. E atualmente se você pegar pesado corre o risco de levar uns tapas. Não perca tempo criticando o comportamento ou respostas indesejadas, mas recompense o comportamento correto e respostas. Não precisa avisar das recompensas, vá e recompense. Você sabe que adultos e crianças continuam a repetir o comportamento que é recompensado, pois ninguém é tonto. As recompensas podem (e devem) ser pequenas e adaptadas para o nível dos alunos e o nível da escola. Para crianças você pode dar um chiclete sem açúcar (por favor) ou um conjunto de lápis de cor.
No nível superior isso também é possível você pode dar livros, almoços, ou aquele velho bom elogio verbal na sala de aula para que todos ouçam e assim por diante.
Todos gostam da sensação de realização, ser útil e reconhecimento.
Recompensar pelo bom trabalho produz bons sentimentos.

3. Seja um ser humano exemplar.
Professores que parecem seres humanos agradáveis e carinhosos servem de exemplo. Claro que gente ruim tem no mundo e talvez você nunca consiga fazer isso. Fale da sua vida e das suas dificuldades para os alunos, principalmente pequenas histórias de problemas e erros que cometeu, seja quando criança ou semana passada. Isso ajuda na relação do aluno/professor e ajuda os alunos a ver os professores como amigos acessíveis e não como autoridades distantes.
Mostre sempre que possível que você se preocupa com seus alunos, perguntando sobre o que gosta de fazer e dos seus objetivos quanto ao futuro.
Não tenha dúvida que você será confiável e mais respeitado do que professores (deuses).

Se Liga Professor! Entenda sua profissão como qualquer outra e que você está ali para compartilhar conhecimento e informação com outras pessoas (alunos).
Desça do salto que você não tem.

4. Faça o aluno fazer.
Você só motiva alguém fazendo ela se mover. Se tem dúvida procure agora uma palestra de motivação na internet. Você acha que eles gostam de estar na sala de aula na frente deles dando palestras para eles mesmos? Isso é pobreza de ensino (pelo menos na minha opinião). Envolva seus alunos em atividades de resolução de problemas, ajudando a decidir o que fazer e a melhor maneira de fazê-lo. Se tem uma lição sobre a natureza, por exemplo, é bem mais eficaz ir para rua do que ficar vendo fotos em livros.
Pegue problemas reais como aquele lago da sua cidade que está sujo ou qualquer parte da sua cidade que esteja imunda e encontrem soluções para o problema em países que tiveram o mesmo problema e conseguiram de fato resolvê-lo. Ok, acharam a solução? Vá na prefeitura e peça explicações do responsável e leve as possíveis soluções também. Se for necessário uma reunião, então agende e vá com seus alunos.

Os alunos gostam de ser úteis (assim como os adultos!).

5. Use emoções positivas. 
Isso ajuda a melhorar a aprendizagem e motivação. As pessoas se lembram  mais daquilo que é acompanhado de fortes emoções, ou seja, aproveite isso na escola. Tente fazer algo divertido, emocionante, feliz, triste, amarosa ou talvez até mesmo assustadora, os alunos aprendem mais facilmente e a aprendizagem vai durar muito mais tempo.

Não tenha vergonha de entrar com uma cueca enrolada na cabeça em sala de aula e após as risada fazer um belo discurso sobre a evolução e desenvolvimento da humanidade.
Não tenha medo de envergonhar-se para fazer um ponto memorável na sua sala de aula.

Tem uma dica? Compartilhe conosco!